Vínculo entre pais e filhos

Vinculo pais e filhos

O que é ser pai e mãe para você? Será que é desde a gestação que se deve criar o vínculo pais e filho, ou, após o nascimento do bebê? Será que demonstrar afeto a meu filho vai fazê-lo um ser mimado, ou, fortalecerá a sua autoestima e o vínculo familiar?

Muitos questionamentos, e isso é natural, pois quando nos tornamos pais, a palavra responsabilidade toma uma força enorme em nossas vidas.

Segundo a teoria de Winnicott, a construção egóica de um indivíduo se dá desde a gestação. O conversar com o feto, acariciar a barriga, a demonstração do desejo de ter a criança … todos esses atos auxiliam na construção desse ser que está sendo gerado. Em nossa sociedade, muitas pessoas ainda acreditam que o feto não absorve o que está acontecendo no mundo externo. Contudo, já é comprovado que sim, que as emoções que a gestante sente (ansiedade, tristeza, alegria e outros sentimentos) são absorvidas pelo bebê.

Quando esse bebê chega, o processo de vinculação que estava sendo construído no útero, deve continuar. E como? Por meio do olhar (mesmo que esse neném, só enxergue vulto no início da vida), o contato pele a pele, a expressão de palavras positivas, o atender as necessidades fisiológicas desse bebê; tudo isso auxilia na construção da personalidade desse indivíduo, e no seu vínculo com os seus cuidadores.

Ao longo do crescimento dessa criança, as demandas e as demonstrações de afeto vão mudando. E com tudo isso, observamos a importância de sermos afetivos com nossos filhos desde a gestação.

Amar e demonstrar amor aos nossos filhos, nunca é demais. E amar não quer dizer ser permissivo. Amar é colocar limites, é valorizar, é chamar a atenção de maneira adequada, é dizer que ama todos os dias, é mostrar ao filho(a) a importância do perdão e da reflexão dos seus atos, é permitir que seu filho(a) tenha autonomia conforme a idade.

E se você acha que está mimando seu filho(a), que tal refletir sobre a forma qual você está educando? Ser pai e mãe é errar e acertar, mas o mais importante, é buscar ser a melhor versão de si. E se para isso precisar de ajuda, não há problema algum. O psicólogo, o psicopedagogo, estão disponíveis para acolher a sua situação e ajudar o seu aprimoramento pessoal.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Compartilhe!

Não deixe de conferir: